Início GERAL Vereador Moabe Branco (PSDB) insinua apoiar MENINO DO SOLINEY, será sua quarta...

Vereador Moabe Branco (PSDB) insinua apoiar MENINO DO SOLINEY, será sua quarta mudança de lado e posição política

467
0

O vereador Moabe Branco (PSDB) utilizou suas redes sociais para fazer uma postagem insinuando seu mais novo rumo político. Após uma visita do candidato do Soliney Silva (MDB) à Igreja Assembléia de Deus o vereador chamou o menino de “Meu mano e futuro prefeito” e ainda escreveu com erro de ortografia a frase “Tamu Junto 11“, que significa — estamos juntos 11.

É bom lembrar que Moabe Branco hoje é o vereador eleito no palanque do Luis Serra (PSDB) que mais expôs inconstância quanto ao seu lado e posicionamento político. Suas mudanças começaram assim que eleito quando escolheu cair direto nos braços do atual prefeito Américo de Sousa (PT). De lá para cá o vereador psdebista já saiu e voltou para a base do governo por duas vezes.

No passado, o nome do pai do vereador foi envolvido em um escândalo conhecido como as lagartas da folha de pagamento, denunciado na época por Américo de Sousa quando esse ainda não era prefeito. O ocorrido foi justamente no governo do Soliney Silva, governo este que o próprio vereador Moabe Branco votou na desaprovação das contas de gestão na Câmara Municipal.

Ao votar na desaprovação das contas de gestão de Soliney Silva o vereador reconheceu que houve má conduta do ex-prefeito com o dinheiro público. Diante disso, soará muito mal ante a sociedade e principalmente ante os evangélicos dos quais Moabe é representante agrupar-se com o ex-prefeito que ele mesmo admitiu em ata na Casa Legislativa ser um político corrupto.

Todavia, se a postagem feita por Moabe Branco não foi apenas um ato precipitado muito em breve o veremos trocar de lado mais uma vez, consequentemente com um plus de incoerência ao unir-se justamente com lado apontado por ele como o lado corrupto da política coelhonetense. Será o quarto pulo do total geral de puladas, tudo isso antes mesmo de completar seu quarto ano de mandato.

Deixe uma resposta